10 quadrinhos para desgraçar a cabeça

Antologia de histórias curtas do quadrinista francês Moebius que foca especialmente em Arzach, um guerreiro que monta um animal alado que evoca um pterodátilo. Publicado originalmente pela Métal Hurlant, Arzach é considerado um um álbum emblemático: é aquele em que Jean Giraud se torna Moebius, deixando de lado os desenhos realistas que empregava em Blueberry para explorar seu estilo mais onírico.

Com palco no terreno chamado Nijigahara, o passado e o presente dos alunos de uma escola se entrelaçam intensamente. Há um boato sobre o monstro que vive no túnel, um segredo que cada família carrega e um “surto” de borboletas que infestam a cidade.

O quadrinho mais ambicioso e mais hermético de Manuele Fior tem um visual deslumbrante e um roteiro desconcertante. Mas, afinal, sobre o que é Celestia? Sobre o fascínio pelo desconhecido? Esperança? Construir uma “humanidade melhor”? Não temos essa resposta. Nem achemos que temos uma resposta. O próprio autor revelou que fez o quadrinho sem qualquer roteiro, improvisando a história à medida que a desenhava. E, após a leitura, isso fica ainda mais evidente. Celestia é uma HQ poética, com muitas interpretações. O mais especial é poder se perder nelas.

 

Adaptado por Paul Karasik e David Mazzucchelli, o conto segue Quinn, um escritor que vive uma vida solitária, após a morte da esposa e do filho. Em uma tentativa de se deslocar dessa tragédia, ele passa a escrever livros de mistério, usando um pseudônimo. Até que sua rotina é interrompida por uma ligação, um engano, na verdade. Uma mulher procura um certo detetive particular, chamado Paul Auster. Quinn informa que aquela ligação é um engano. Até que, depois de outras chamadas, ele decide absorver aquela identidade, tal qual o protagonista de seus livros, e aceitar a investigação.

Na trama, Bacilieri nos convida a conhecer a história das palavras cruzadas, mostrando a origem, a popularização e sua reverberação em diversas outras mídias. Entrelaçado com esse plot, temos também uma trama ficcional de suspense, envolvendo um atentando a um romancista italiano, e sua amizade com um roteirista da Disney. Bacilieri brinca, nessa jornada, com palavras cruzadas, trazendo painéis inventivos e um roteiro que faz com que você precise descobrir as respostas do mistério.

Junto a duas criaturinhas disformes vagamos rumo a lugar nenhum. Em meio a diálogos que parecem ser retirados do cotidiano, seguimos um roteiro que não objetiva ser óbvio ou claro. Em Eles Estão Por Aí, da editora Todavia, Bianca Pinheiro e Greg Stella propõem uma história nada convencional, destinada a trabalhar a narrativa em quadrinhos e nos causar diversas reações, nem sempre compreensíveis.

Sem Volta pode ser interpretado como uma reflexão sobre culpa e memória: Doug traça uma colcha de retalhos sobre sua vida, em em um universo pós-apocalíptico, onde o protagonista se vê cercado de criaturas bizarras. Para além disso, a narrativa de Burns é espetacular, envolvendo o leitor a todo momento com as diferentes temporalidades que constroem o quadrinho.

Estranhamente poético, bonito e intrigante. UmaHistória, de Gipi, é uma experiência complexa, um exercício para o leitor. Com uma trama nebulosa no início, aparentemente desarticulada, este é um quadrinho que, depois da primeira leitura, certamente você perceberá que é preciso reler. É preciso um tempo para “descobri-lo”.

Marc-Antoine Mathieu traz de forma sarcástica e filosófica, um retrato da relação entre homem e Deus, mas também da humanidade com a mídia, com a ciência, com o outro e também com o dinheiro. A história parte de uma premissa bastante interessante: Deus desce à terra na forma de um homem comum. Sem registros, sem endereço… apenas “deus”. Essa aparição desencadeia um fenômeno midiático global em que Ele é o grande protagonista (e o grande explorado também).

O jogo cósmico começou! E Lone Sloane é a peça que todos querem na partida. Viajando pelo cosmo, Sloane, um solitário explorador interestelar, foi imbuído de poderes místicos por tramoias de deuses ancestrais. Agora ele se enreda em uma trama que envolve tiranos despóticos, piratas espaciais, dragões e criaturas alienígenas, em mundos hostis e opressores, onde todos querem manipulá-lo e tomar seus poderes.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado