2 outubro 2022

DC: Nova Fronteira

Por Fora do Plástico

De Darwyn Cooke
464 páginas
Panini Comics | 2018
Traduçao: Jotapê Martins, Bernardo Santana, Thiago Hara Dias, Carlos Henrique Rutz e Mateus Ornellas

DC: Nova Fronteira, de Darwyn Cooke, é uma HQ que não deve ser lida com a expectativa de que seja uma história de super-heróis recheada de ação e tramas genéricas. Esta é uma obra que, além de ser uma grande homenagem à transição da Era de Ouro para a Era de Prata, retrata personagens clássicos em meio a diversos assuntos reais, sejam eles políticos ou sociais.⁣

É perceptível a dedicação de Cooke na criação dessa obra ambiciosa. Porém, não estávamos familiarizados com alguns dos personagens desse período clássico da DC Comics. Sem dúvidas, isso dificultou nosso envolvimento com a trama. Outra questão é que início da história soa cansativo e enfadonho, com muitos cortes abruptos na narrativa. Por outro lado, Cooke é habilidoso em inserir os personagens em eventos reais e mesmo que eles não tenham muito desenvolvimento, conhecemos pequenos detalhes sobre cada um.⁣

Enquanto isso, o trabalho de Cooke na arte é, para nós, a melhor parte do gibi. A caracterização dos personagens é muito singular, com uma pegada que nos lembra bem os desenhos animados.⁣


Considerado um clássico contemporâneo, o quadrinho DC: Nova Fronteira não foi a experiência de leitura que esperávamos e, por isso, ficamos um pouco frustrados. Nitidamente, o autor tem o seu mérito em trazer uma voz tão distinta em meio a tantos quadrinhos genéricos de heróis, mas a sensação é de que a HQ não funcionou pra gente. ⁣

Não temos dúvidas que para fãs da DC essa obra é um prato cheio. No entanto, para leitores pouco habituados ao universo dos heróis, pode ser uma experiência irregular, ora divertida, ora maçante.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado