7 setembro 2022

Viúva Negra: Laços que unem

Por Fora do Plástico

De Kelly Thompson e Elena Casagrande
120 páginas
Panini Comics | 2021
Tradução: Rodrigo Oliveira

Pode não apresentar nenhuma surpresa, não trazer nada de novo em termos de histórias de super-heróis, mas é uma leitura que cumpre o que promete. Ação, drama e humor, de forma eficaz, na medida certa. O primeiro encadernado de Viúva Negra, de Kelly Thompson e Elena Casagrande, é um quadrinho indicado principalmente para aqueles que querem diversão sem muito compromisso. Assim, temos uma aventura com um toque surpreendentemente emocional, e que sem dúvidas merece uma chance.

Mesmo que você esteja acostumado a ler HQs de heróis, o arco “Laços que Unem” vai te prender, ao criar, logo de início, um mistério. O enredo traz Natasha Romanoff desaparecida, após uma missão. Três meses depois ela é encontrada pelo Gavião Arqueiro e pelo Soldado Invernal, no entanto, algo parece estar errado. A protagonista, aparentemente teve as memórias apagadas e vive uma vida normal, com um novo trabalho, um marido e um filho.

Thompson cria uma história de ótimo ritmo, mantendo sempre o foco na protagonista, apesar das diversas participações especiais. Para nos trazer ainda mais para dentro da trama, a autora investe em um monólogo interno, nos colocando dentro da cabeça de Natasha, o que reforça a personalidade da heroína e como ela lida com as situações. A todo o momento dúvidas sobre os acontecimentos estão presentes, o que aumenta a tensão.

As ilustrações de Elena Casagrande combinam com a pegada de espionagem do quadrinho. As cenas de ação são bonitas e os painéis dinâmicos.

Viúva Negra: Laços que Unem é uma leitura imperdível? Não. Porém, certamente, os leitores que apostarem, terão uma experiência divertida que os manterá envolvidos até o fim da edição.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado