23 setembro 2022

Tetris

Por Fora do Plástico

De Box Brown
256 páginas
Mino | 2020
Tradução: Célio Cecare

O quadrinista Box Brown demonstra muita versatilidade nos temas de seus quadrinhos documentais e, de modo geral, suas obras seguem duas tendências principais: seu jeito único de contar histórias, sem pressa e com textos blocados e, a forma de transformar – aparentemente – um simples conto de origem em uma grande trama.

Em Tetris, o autor apresenta a origem do game, um dos jogos mais famosos da história, trazendo como de costume de suas obras, uma contextualização do tema lá nos tempos antigos, neste caso dos jogos. Essas primeiras páginas não funcionaram tão bem pra gente. Na verdade, elas fizeram com que a trama principal demorasse a engatar e, por mais que entendemos a importância desta abordagem no estilo dos quadrinhos do Box Brown, acreditamos que não precisava reservar tantas páginas para isso.

É claro que o livro conta com bons momentos, como o impacto cultural de Tetris na indústria, as tretas políticas e as negociações pelos direitos. De fato, esse estilo muito característico do autor não funciona para todos. Até acreditamos que, em Cannabis, ele nos envolveu muito mais, talvez seja pelo interesse no tema. Porém, aqui, achamos a história arrastada em muitos pontos, o que nos afastou da leitura. Quanto a arte de Brown, ela é simples, mas não compromete em nada.

A HQ é publicada pela editora Mino e vale ressaltar que o acabamento é ótimo, mantendo o formato da edição de Cannabis. Queremos ressaltar que não achamos que Tetris seja uma experiência ruim ou decepcionante, longe disso. Porém, é uma HQ que nos envolveu menos do que o outro quadrinho do autor publicado aqui. É uma obra mais devagar e com uma história menos interessante.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado