6 setembro 2022

Sapiens, Vol. 2

Por Fora do Plástico

De Daniel Casanave e David Vandermeulen (Adaptando livro de Yuval Noah Harari)
256 páginas
Quadrinhos na Cia. | 2021
Tradução: Érico Assis

O segundo volume de Sapiens, “Os pilares da civilização”, segue explorando a evolução da humanidade, a partir da perspectiva de Yuval Noah Harari. A edição continua a cronologia, abordando os caminhos que levaram à formação de civilizações e impérios, como a revolução agrícola, o desenvolvimento da escrita e daquilo que o autor chama de realidades intersubjetivas, ou de forma mais simples: ficção.

Daniel Casanave e David Vandermeulen mantêm o cuidado em trazer uma narrativa em quadrinhos envolvente e didática, mas este segundo volume está longe do encantamento que o primeiro nos provocou. A sensação que tivemos, com a evolução da História, é que Harari insere diversos conceitos que parecem mais opinativos que científicos. Algo que não acontecia antes, já que o primeiro volume possuía embasamento mais sólido em descobertas arqueológicas e antropológicas. Além disso, há passagens que parecem simples demais para desenvolver questões sociais complexas.

Independente de absorver ou não o discurso de Harari, é inegável que enquanto história em quadrinhos, Sapiens se desenvolve de uma forma que transcende o livro original. Isso porque a proposta é inventiva, aproveitando vantagens que só os quadrinhos poderiam trazer, como a facilidade de incluir personagens de fora do original e utilizá-los como meio para expor as ideias do autor israelense.

A HQ aposta na mesma fórmula do volume anterior: humor, criatividade (como encartes que simulam panfletos e páginas de jornal, assim como as divertidas histórias de Bill de Cindy) e didatismo. É notável que essa é uma obra acessível, inclusive para leitores mais jovens.

Publicado no Brasil pela Quadrinhos na Cia., a adaptação de Sapiens ainda terá mais dois volumes para ser concluída. Faremos essa “jornada evolutiva” até o fim, afinal, queremos saber como Harari desenvolverá seus argumentos, à medida que a história se torna mais social e menos biológica.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado