7 setembro 2022

O Livro dos Insetos Humanos

Por Fora do Plástico

De Osamu Tezuka
384 páginas
DarkSide Books | 2022
Tradução: Luiz Claudio Bodanese

Publicado entre os anos de 1970 e 1971, O Livro dos Insetos Humanos, de Osamu Tezuka, faz uma análise social através de uma trama centrada na multitalentosa Toshiko Tomura, ou seria melhor chamá-la de parasita? Vencedora de um respeitado prêmio literário, Tomura está no auge, no início do mangá. Ela já havia se destacado antes no teatro e no design, quando partiu para a carreira literária e se tornou uma escritora renomada.

O que ela esconde é, na verdade, uma outra habilidade, a de instintivamente roubar o talento das pessoas ao seu redor, sugando seus dons. Quando esse fato é descoberto por um jornalista, vemos se desencadear uma sucessão de acontecimentos que destacam o lapso moral de Tomura. No entanto, mesmo que ela pareça uma personagem completamente perversa, há na protagonista uma crítica à posição à qual a mulher pertencia na sociedade japonesa, na época. Até onde uma mulher é capaz de chegar para se sentir livre, dona de si, em uma sociedade patriarcal? Tomura não é dócil, ou delicada, ela é maquiavélica, calculista e age sem qualquer remorso. Muito distante do padrão subserviente esperado.

Os demais personagens da trama, em sua maioria homens, também possuem personalidade dúbias e atitudes questionáveis, porém são muito mais planos. Tezuka insere plots que parecem sem sentido para a trama e que são até deixados de lado ou subaproveitados no caminho. O ritmo da obra também oscila. O início logo nos conquista e aproveita muito bem as reviravoltas da história, mas se torna mais lento e até cansativo na metade, para retomar o fôlego num final um pouco apressado.

O estilo característico de Tezuka está presente aqui, inclusive, em cenas que flertam com o humor, com exageros nas expressões e gestos. O grande destaque, na arte, está nos enquadramentos e no efeito disso para a narrativa gráfica.

Publicado pela DarkSide Books, O Livro dos Insetos Humanos pode ficar aquém de outros trabalhos adultos de Tezuka, mas possui ótimos momentos e aspectos críticos que se destacam. Uma leitura que nos serve com intrigas, mistérios e uma protagonista nada heroica, que foge do convencional.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado