12 março 2023

O Conto da Aia

Por Fora do Plástico

De Renée Nault (Adaptando livro de Margareth Atwood)
240 páginas
Rocco | 2019
Tradução: Ana Deiró 

O Conto da Aia, de Margareth Atwood, surpreende leitores desde 1985, quando foi publicado. A semelhança de alguns traços de Gilead com a realidade tornam aquele universo distópico ainda mais convincente para nós. Adaptado para a TV em 2017, o romance ganhou outra versão recentemente, dessa vez em quadrinhos.

Publicada pela editora Rocco, a adaptação de Renée Nault é uma versão mais condensada da obra, mas em momento algum deixa a desejar ou se perde devido à sua concisão. Aqui, caminhamos ao lado da aia June, ou melhor, Offred, como passa a ser seu nome. Dentro da sociedade teocrática e estamental de Gilead, onde um dia foram os Estados Unidos, a protagonista exerce somente uma função: a de reprodutora. São as aias as mulheres capazes de gerar filhos, após uma queda vertiginosa na fertilidade feminina.

A trama é bem explicada na graphic novel, mesmo que reduzida. Toda a imersão naquele universo é ainda mais intensificada pela arte incrível Nault. A quadrinista reforça os tons de vermelho e azul, que dividem as classes de mulheres e dá às cores uma saturação contrastante com seus traços. A delicadeza das feições das personagens e a ambientação cuidadosa com a obra de Margareth Atwood são um diferencial por aqui.

Para aqueles que já leram o romance ou acompanharam a série “The Handmaid’s Tale”, esta graphic novel é um prato cheio. É muito bom ter um novo primeiro contato com June, Ofglen, Moira, Serena, Nick e o Comandante, desta vez em traços aquarelados. O Conto da Aia é uma bela adaptação do original e, com certeza, prova o poder e versatilidade desse romance.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado