16 dezembro 2023

Monica

Por Fora do Plástico

De Daniel Clowes
112 páginas
Nemo | 2023
Tradução: Érico Assis

Monica, do aclamado Daniel Clowes, é um quadrinho intenso. Mesmo que pareça confusa às vezes, a história é um drama sombrio que traz um poderoso impacto emocional. Com sua estranheza precisa em capturar as tragédias da vida humana, Clowes cria uma obra moderna sobre abandono, negligência, busca pelas raízes e laços familiares e… seitas.

Dividida em capítulos que parecem ser histórias independentes e que podem soar desconexos no início da leitura, a HQ é a biografia da personagem que dá nome ao quadrinho, de seu nascimento até a velhice. Depois de ser abandonada ainda criança pela mãe, e criada pelos avós, Monica embarca em uma missão que revisita antigas feridas. Basicamente, ela inicia uma jornada para descobrir o que aconteceu com sua mãe e quem era o seu pai.

Por causa dessa estrutura de roteiro não-linear, capítulos “desencontrados” e muita informação nas páginas, Monica é uma leitura que precisa de tempo para ser processada. É uma experiência que não é exatamente fácil, mas os sentimentos que Daniel Clowes evoca, estão sempre ali, entre as camadas e gêneros distintos. Este é um ensaio íntimo, sombrio e às vezes cômico, entre o acerto de contas com o passado, a desilusão das crenças (sejam elas sobrenaturais ou reais) e todo o nonsense que cerca a vida da protagonista.

Para deixar mais nítida a transição entre estilos narrativos que ocorre em alguns capítulos, o quadrinista modifica a tonalidade e o layout das páginas. Clowes conta que a ideia era fazer uma espécie de tributo aos quadrinhos que ele cresceu lendo e que essa é a história mais próxima de si, até hoje. E, de fato, Monica pode gerar uma conexão muito imediata com o leitor, por sua face que lida diretamente com dilemas humanos.

Publicado pela Nemo, que lançou vários outros trabalhos do autor, Monica é perfeito para quem gosta de histórias que não são apenas UMA história. É como se Clowes abrisse a Caixa de Pandora e deixasse fluir suas referências, memórias, elementos da cultura popular norte-americana… Sem medo do bizarro, sem se esquecer que aquela ainda é a história de uma moça chamada Monica.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado