14 setembro 2022

Dois Mil e Um Chopes

Por Fora do Plástico

De Thiago Ossostortos
100 páginas
Independente | 2021

Dois Mil e Um Chopes, de Thiago Ossostortos, é um nostálgico retorno ao início dos anos 2000 a partir das memórias do autor. Ossostortos já havia apresentado seu talento para os relatos autobiográficos em Os Últimos Dias do Xerife e, de uma forma menos factual, em Mjadra. Novamente o quadrinista consegue envolver o leitor em suas experiências, com um roteiro bem ritmado.

Na trama, Thiago acaba de se mudar com a família para São José do Rio Preto. No auge da adolescência, aos 16 anos, ele sonha em um dia ser desenhista dos quadrinhos de super-heróis que coleciona. Ao lado dos anseios típicos da juventude, a HQ explora também a experiência do jovem trabalhando como garçom em uma choperia.

Para além de uma trama que nos deixou curiosos para saber o que viria a seguir, o quadrinho resgata elementos próprios do período retratado: as videolocadoras; as bandas que o autor ouvia quando jovem; as capas dos gibis; a vida pré-redes sociais. E, como dissemos, é difícil não sentir essa nostalgia. Dois Mil e Um Chopes ainda aborda as relações de amizade e como elas evoluem com a passagem do tempo.

A arte de Ossostortos é diferente da de seus dois quadrinhos anteriores. Agora o estilo do artista parece quase uma mescla entre o traço de Os Últimos Dias do Xerife e as cores alegres de Mjadra. O resultado é visualmente bem bonito!

Dois Mil e Um Chopes é uma leitura agradável e que pode ser ainda mais especial para os contemporâneos de Ossostortos, que viveram aquele mesmo período durante a adolescência e o início da fase adulta. Sem dúvidas, essa é uma celebração aos bons momentos que vivemos durante essa fase da vida. Uma leitura que dá um gostinho de saudade.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado