14 setembro 2022

Anuí

Por Fora do Plástico

De Lelis
64 páginas
SESI-SP | 2018

Anuí é como uma grande homenagem de Marcelo Lelis às suas origens. Em uma cidadezinha do sertão de Minas Gerais (no norte do estado), uma menina chora incessantemente por sua caixinha de música que não se abre mais. Desesperada, a mãe decide buscar a ajuda de Jurandir Jeitoso, um sujeito que, como o próprio nome denota, é muito habilidoso. O porém é que Jurandir é um homem carrancudo e uma figura pouco querida pelos moradores da cidade. Está pronto o “causo”.

Com uma história simples, mas muito bem contada, Anuí pega o leitor pela mão e o convida a conhecer os modos do interior. As cores, os hábitos, as paisagens e as falas estão todos representados ao longo das pouco mais de 60 páginas da HQ. O texto, carregado de regionalismo, é narrado quase de forma poética, com poucos balões. É que Lelis deixa espaço principalmente para sua narrativa gráfica.

Uma das características marcantes das obras do quadrinista mineiro é justamente o traço aquarelado. Lelis entrega uma história com painéis lindíssimos e personagens expressivos. É impossível não se transportar para a cidade pacata onde a história acontece.

Se você ainda não conhecia nenhum dos trabalhos do quadrinista, Anuí é uma bela porta de entrada. Uma trama redondinha, bonita e bastante poética, com uma arte que mostra o grande artista que Marcelo Lelis é.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado