26 setembro 2022

A Bomba

Por Fora do Plástico

De Didier Alcante, Laurent-Frédéric Bollée e Denis Rodier
476 páginas
Pipoca & Nanquim | 2022
Tradução: Rafael Meire

A Bomba, de Didier Alcante, Laurent-Frédéric Bollée e Denis Rodier, é daqueles quadrinhos que mais parecem uma aula. Essa é exatamente sua proposta, evidenciada desde o princípio pelos roteiristas. Misturando história, física e química, a graphic novel explora com detalhes todo o processo que levou às bombas atômicas estadunidenses que atingiram Hiroshima e Nagasaki, em agosto de 1945.

Em um notável trabalho de pesquisa, os autores percorrem 12 anos ao lado de cientistas, militares, civis, políticos… Pessoas que de alguma maneira protagonizaram os eventos envolvendo as bombas Little Boy e Fat Man. São tantos personagens, que muitas vezes é difícil memorizar quem é quem. No entanto, alguns deles se destacam, é o caso do General Groves, chefe do projeto Manhattan, e os cientistas Leo Szilard e Robert Oppenheimer. Além disso, a trama não se limita aos Estados Unidos, também há núcleos no Japão e Alemanha. Ainda é necessário ressaltar que, tomando uma liberdade poética, a história é narrada pelo Urânio, elemento químico usado na primeira bomba nuclear. O resultado é ao mesmo tempo mórbido e curioso.

Didier Alcante e Laurent-Frédéric Bollée conseguem tornar didáticas explicações científicas sobre fissão nuclear e entrelaçar os muitos arcos da trama. Talvez seja esse didatismo, aliado à precisão histórica, o ponto de divisão de A Bomba: ao mesmo tempo que é ótimo para quem busca ir à fundo na história, é também o motivo de muitos diálogos expositivos. Alguns chegam a soar até artificiais, porque neles estão informações que situam o leitor ou que contêm detalhes históricos que reforçam essa pesquisa minuciosa.

Mesmo que esse aspecto explicativo e documental torne a primeira metade da HQ bastante lenta, à medida que o trágico dia 6 de agosto se aproxima, a tensão cresce. E isso se deve também à arte de Denis Rodier, que se mostra competente na maior parte da obra e ganha peso quando o ataque a Hiroshima se aproxima.

Publicado pela Pipoca & Nanquim, A Bomba é inegavelmente uma fonte de conhecimento. Todos estudamos o fato histórico, mas não os caminhos que levaram até ele. E é nesse aspecto que a HQ apresenta sua melhor face.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado