14 setembro 2022

A Arte – Conversas Imaginárias Com Minha Mãe

Por Fora do Plástico

De Juanjo Sáez
264 páginas
WMF Martins Fontes | 2013
Tradução: Monica Stahel

Como o próprio nome já diz, em A Arte – Conversas Imaginárias Com Minha Mãe, Juanjo Sáez se dedica a trazer, na forma de diálogos, reflexões episódicas sobre a arte, movimentos estéticos, museus, grandes artistas e, claro, as maneiras como arte e vida se relacionam. Ao lado do autor e de sua mãe, em conversas que são completamente hipotéticas, viajamos por conceitos abstratos (como criatividade e intuição) e também figuras reais, tudo de uma maneira bem didática.

Este é um quadrinho sem um roteiro preciso ou tradicional. A cada capítulo Sáez parece escrever suas opiniões e usar sua relação com a mãe como veículo para se expor para o leitor, que, assim como ela, pode ser um leigo quando o assunto é esse grande mistério que chamamos de “arte”. O modelo funciona muito bem e a leitura é fluida e muito confortável. Muitas vezes íamos pesquisando alguns daqueles detalhes para que a experiência se tornasse ainda mais completa.

A arte do quadrinista é uma questão à parte. Conscientemente (como o prólogo ressalta), Sáez apresenta um traço que está longe de ser bonito. É tudo rudimentar, como os desenhos de um aprendiz (ou até de uma criança). E também é tudo muito honesto. Realmente o quadrinista dá espaço para que, nos cenários vazios, na falta dos rostos dos personagens, também possamos construir “nossa” própria arte e colaborar com aquela história.

Um quadrinho excelente para quem aprecia arte e também para quem busca entender mais sobre o tema (e as diversas questões que o envolvem), A Arte acaba de ser republicado pela WMF Martins Fontes e foi uma grata surpresa para nós.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado