3 setembro 2022

Wolverine: Preto, Branco e Sangue

Por Fora do Plástico

De vários artistas
136 páginas
Panini Comics | 2021
Tradução: Rodrigo Oliveira

Uma antologia voltada para os fãs do personagem mais popular dos X-Men, Wolverine Preto, Branco e Vermelho reúne artistas, de estilos e períodos diferentes, para contar histórias curtas que passeiam pelas muitas versões do mutante, ao longo de sua vida. E claro, como o nome sugere, a HQ é desenhada apenas em preto, branco e vermelho.

Composto por 12 contos independentes, o quadrinho conta com um time de artistas de encher os olhos, com nomes que inclusive fizeram história com os X-Men. Chris Claremont, John Ridley, Donny Cates, Kelly Thompson, Declan Shalvey e Adam Kubert nos deixam esperançosos para o que vem a seguir. No entanto, não espere nada além de histórias razoáveis.

Com muita irregularidade, tanto na arte quanto na trama, os contos são simples e com muita ênfase na ação. É claro que a proposta aqui não era o desenvolvimento da história, mas, independentemente disso, ao final de cada conto, é inevitável a sensação de que não será uma leitura que ficará na sua memória. Dito isso, sem dúvidas, são vinhetas que farão um fã de X-Men vibrar pelo toque de nostalgia.

Com formato semelhante ao usado na trilogia X-Men: Grand Design, de Ed Piskor, Wolverine Preto, Branco e Vermelho tem um conceito interessante, mas não recomendamos para um leitor causal do mutante. Agora, se você é fã do carcaju, terá um bom entretenimento com muito derramamento de sangue.

Não perca nada

Siga nossas redes

Carrinho atualizado