Publicado em

O Tempo com Você

De Wataru Kubota, baseado na obra de Makoto Shinkai
Vol.1 200 / Vol.2 192 / Vol.3 200
JBC | 2021
Tradução: Edward Kondo

Baseada na animação de Makoto Shinkai, a trilogia de mangás O Tempo com Você, de Wataru Kubota, explora o estilo narrativo que já havíamos conhecido em Your Name, grande sucesso de Shinkai (adaptado para os mangás por Ranmaru Kotone). Ou seja, uma história delicada, com um romance leve, pensado para emocionar o leitor.

Logo nas primeiras páginas, conhecemos Hodaka, um adolescente que fugiu de casa rumo a Tóquio. A capital japonesa está passando por uma intensa temporada de chuvas e um dia de sol parece uma raridade. Sozinho na cidade, sem ter com quem contar, Hodaka passa por situações complicadas, até que conhece Hina, uma menina mais velha, em um restaurante.

A partir desse encontro a vida de ambos muda, principalmente após o jovem descobrir que Hina tem um poder: ela é uma garota do sol, que consegue fazer a chuva incessante parar. É nesse ponto que pesquisar um pouco mais sobre as tradições da cultura japonesa é importante para entender o contexto de O Tempo com Você. A relação entre os japoneses e a chuva e o misticismo por trás da figura da garota sol são essenciais.

Lançado no Brasil pela JBC, o mangá possui um ótimo ritmo, a leitura flui muito bem em todos os três volumes. Embora o Tempo com Você seja centrado no romance e na relação entre os protagonistas, há muitos personagens secundários e subtramas. Mesmo assim, nenhuma delas são bem exploradas ou ganham profundidade.

Ao longo dos dois primeiros volumes a trama evolui, porém, na nossa opinião perde força após o clímax, com um desfecho aquém do que esperávamos. Muitos pontos são deixados em aberto, e os impulsos adolescentes dos protagonistas são usados como explicação para questões fundamentais da HQ.

A adaptação consegue manter o visual belíssimo das obras de Makoto Shinkai. Destaque para o movimento da água, que é um elemento visual importantíssimo para a trama.

Em resumo, O Tempo com Você pode ser uma história ótima para quem gosta de romances mais açucarados. Uma história que envolve e encanta, mesmo que tenha algumas pontas soltas no processo.