Publicado em

O Partido dos Panteras Negras

David F. Walker e Marcus Kwame Anderson
192 páginas
Conrad | 2021
Tradução: Jim Anotsu

Com um trabalho de pesquisa rico e detalhado, David F. Walker e Marcus Kwame Anderson trazem, em O Partido dos Panteras Negras, uma graphic novel que busca explorar um dos mais relevantes movimentos dos Estados Unidos, no século XX. Da origem ao fim, o Partido dos Panteras Negras é contextualizado na história norte-americana, marcada por uma segregação racial intensa e heranças de um passado escravocrata.

O roteiro de David F. Walker evidencia as lutas da população negra que deram origem a vários movimentos pelos direitos civis. A maneira como a graphic novel explora as diferenças entre a linha não-violenta pregada por Martin Luther King, e a visão revolucionária que foi ponto de partida dos Panteras Negras é muito didática. E didatismo é uma bom adjetivo para atrelar a essa HQ. Walker tem realmente a intenção de nos explicar o movimento; quem foram seus fundadores e membros relevantes; sua estrutura; suas contradições; as ações de inteligência do FBI para implodir o grupo e os diversos motivos que levaram ao seu desmoronamento.

Para isso, ele utiliza recordatórios inchados de texto, com muitas, muitas, passagens longas somente em prosa e vários nomes e personagens. Ou seja, não temos uma obra muito dinâmica aqui. Apesar de a HQ não explorar a narrativa em quadrinhos e seus elementos como poderia, não sentimos que a quantidade extensa de textos tenha prejudicado a leitura. O tema é tão interessante, que seguíamos curiosos.

A arte de Marcus Kwame Anderson é estática, principalmente nas cenas em que a obra exige mais de suas habilidades como quadrinista. Porém, ele faz um trabalho belíssimo de ilustrações, que é o que predomina neste livro.

Sem dúvidas, ler O Partido dos Panteras Negras é uma aula sobre este movimento. Uma HQ que se empenha em dar voz e um rosto a diversas personalidades e a suas causas. Não é difícil traçar paralelos entre o que se buscava, em 1966, quando o partido foi fundado, e o que se busca ainda hoje. Lançamento da Conrad Editora, esta é uma leitura abrangente, que só reforça a importância dos Panteras Negras em seu tempo e na atualidade.